quarta-feira, 14 de julho de 2010

A GRAÇA DE DEUS MANIFESTADA NO ÉDEN – Gênesis 2 e 3



INTRODUÇÃO

De acordo com C.S. Lewis, a graça de Deus é um conceito peculiar do Cristianismo. Nenhuma outra tradição religiosa tem qualquer equivalente à idéia de um Deus gracioso. A compreensão da graça de Deus é, portanto, vital para a experiência e vivência da espiritualidade cristã.

Deus revelou o Seu amor e graça para a humanidade desde o início. Ao contrário do que tanto ortodoxos modernos afirmam a vista da teologia, Deus se manifesta em todo o Antigo Testamento como um Deus de amor e misericórdia!

DEFINIÇÃO

A palavra no seu sentido original do AT significa; "graciosa, favor, ser favoravelmente inclinado, exercer piedade, ser compassivo, para tornar aceitável." Também pode significar; "dobrar ou inclinar-se em bondade para um inferior, para ser levado a favor de uma petição ou pedido, para mostrar o favor, ou dar a concessão ou o favor e graciosamente mostre misericórdia e compaixão"

Graça comum

Por graça comum ou graça universal, entendemos ser o favor de Deus derramado sobre tudo e sobre todos. É o favor divino sobre todos os homens, tanto dos justos como dos ímpios. A exemplo disso podemos destacar os seguintes;

a. O sol que raia sobre todos os povos.

b. A chuva que rega a terra e cai sobre os justos e também dos ímpios.

c. A vida, os cinco sentidos. O ar que respiramos; o alimento, etc.

d. O poder de Deus e as provas de Sua divindade;

”pois o que de Deus se pode conhecer, é manifestado sobre eles (homens), porque Deus lhes manifestou. Pois os seus atributos invisíveis, seu eterno poder e divindade, são vistos claramente desde a criação do mundo e percebidos mediante as coisas criadas, de modo que esses homens são indesculpáveis. [ROMANOS 1.19, 20].

Graça Salvífica

A graça salvadora é aquela que vem sobre o homem, “morto em seus delitos e pecados” (Ef 2.1), incapaz de ter qualquer reação em relação a tudo que diz respeito a Deus para “vivificá-lo juntamente com Cristo (pela graça sois salvos)” (Ef 2.5). É a graça que confere salvação (At 15.11; Rm 3.24; 5.15; 11.6; Tt 2.11) .

A graça salvadora confere ao homem habilidades em todos os campos e esferas da vida, capacita-o a fazer boas obras e o leva a um compromisso mais sério com Deus e o sagrado. Muito embora, alguns, hoje em dia, têm tentado baratear a graça salvadora de Deus, oferecendo salvação como se fosse mercadoria estendida em um balcão, o que se percebe de bíblico e teológico nesse conceito é que a graça salvadora de Deus é oferecida para a justificação e vem atrelada a uma mudança de iniciativa e postura.

A graça salvadora é aquela que vem sobre o homem, “morto em seus delitos e pecados” (Ef 2.1), incapaz de ter qualquer reação em relação a tudo que diz respeito a Deus para “vivificá-lo juntamente com Cristo (pela graça sois salvos)” (Ef 2.5). É a graça que confere salvação (At 15.11; Rm 3.24; 5.15; 11.6; Tt 2.11).

A graça salvadora confere ao homem habilidades em todos os campos e esferas da vida, capacita-o a fazer boas obras e o leva a um compromisso mais sério com Deus e o sagrado. Muito embora, alguns, hoje em dia, têm tentado baratear a graça salvadora de Deus, oferecendo salvação como se fosse mercadoria estendida em um balcão, o que se percebe de bíblico e teológico nesse conceito é que a graça salvadora de Deus é oferecida para a justificação e vem atrelada a uma mudança de iniciativa e postura.

NOS CRIOU À SUA IMAGEM E SEMELHANÇA; 1.27

Depois Deus criou os céus e a terra, Ele "viu tudo o que tinha feito, e eis que era muito bom" (Gn 1:31). A boa palavra é traduzida do tolby hebraico, que significa "bonito, generoso, alegre, bom, bom, gracioso", o seu segundo significado é "alegre, misericórdia, amor, agradável, prazer, prosperidade, riqueza, bem ou bem favorecidas "('Gesenius Hebraico e Caldeu Lexicon). Quando Deus olhou para tudo o que Ele fez, Ele viu que tudo era muito bom. Foi uma bênção! Como visto através dos olhos de Deus, a Sua própria criação foi uma manifestação do seu amor e a sua graça.

De todas as criações de Deus, a humanidade só foi feito na imagem e semelhança de Deus. Esta bênção, que foi bounteously outorgadas à humanidade, é uma expressão profunda de amor supremo de Deus e da graça. Para demonstrar ainda mais o seu amor, quando o Senhor Deus fez Adão e Eva, Ele pessoalmente formou-las com suas próprias mãos muito. Este ato revela que o Senhor Deus destina-se desde o início para ter uma íntima relação pessoal com eles.

Nenhuma outra criatura foi formada pelas mãos de Deus. Todas as coisas criadas e outros seres foram trazidos à existência pela palavra do seu comando, através do poder do Seu Espírito Santo. "Envias o Teu Espírito, e eles são criados" (Salmo 104:30). Da criação dos céus, as Escrituras revelam: "Pela palavra do Senhor foram feitos os céus, e todo o exército deles pelo sopro da sua boca" (Salmo 33:6). Novamente as Escrituras confirmar, "Louvai ao Senhor. Louvai ao Senhor dos céus, louvai-o nas alturas. Louvai-o, todos os Seus anjos; vos louvarei, todos os seus exércitos. Louvai-o, sol e lua, louvai-o, todas as estrelas luzentes. Louvai-o, céus dos céus, e as águas que ser acima dos céus. Louvem o nome do Senhor, pois mandou, e logo foram criados "(Salmo. 148:1-5).

O próprio ato do próprio Senhor Deus respirando o sopro da vida para o homem revela a íntima relação que Deus queria ter com a humanidade. Quando Deus soprou o fôlego da vida em Adão, Deus também deu a conhecer uma essência espiritual especial, chamado de "O espírito do homem" (Jó 32:8, 33:4, Zc 12:01; I Coríntios. 2:9-11), dando-lhe a capacidade única de pensar e raciocinar, portanto, a aquisição de conhecimentos e de tomar decisões com base em que o conhecimento. Ao mesmo tempo, Deus também implantado em mente Adão uma linguagem totalmente em funcionamento para que ele pudesse se comunicar com seu Criador.

De todos os seres vivos que o Senhor Deus tinha feito, apenas o homem e a mulher foram criados para dar e receber amor em uma maneira mais íntima e pessoal. Nenhum dos outros seres criados foram feitas para dar e receber amor sexual face a face. Esta bênção especial do amor e da graça não foi estendida a qualquer outro ser carnal que o Senhor Deus tinha feito. Só o homem foi criado à imagem de Deus para a finalidade de compartilhar o poder e a imortalidade e glória de Deus!

DEU OPORTUNIDADE DE ESCOLHER A VIDA ETERNA; 2.9,15-17;3.22

Deus também revelou seu amor e graça de Adão e Eva, criando o paraíso para se viver pol Foi chamado o Jardim do Éden. Deus providenciou tudo para eles. "E o Senhor Deus plantou um jardim no Éden, para o oriente, e pôs ali o homem que tinha formado. E fora do solo fez o Senhor Deus brotar toda árvore que é agradável à vista e boas para comida, a árvore da vida no meio do jardim, e a árvore do conhecimento do bem e do mal "(Gen. 2:8-9).

Após a colocação de Adão no jardim, Deus deu-lhe instruções e apresentar-lhe as escolhas. "E o Senhor Deus tomou o homem eo pôs no jardim do Éden para o lavrar e guardar. E o Senhor Deus ordenou ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás, porque no dia em que dele comerdes você morrerá significado literal [do hebraico, "morrendo, certamente morrerás"] "(Gen. 2:15-17).

ALERTOU QUANTO A CONSEQUENCIA DO PECADO; 3.2,3

Ao criar a Árvore da Vida no Jardim do Éden, Deus revelou que a maior graça mesmo estava disponível para Adão e Eva. A verdade bíblica é que a vida eterna, simbolizada pela Árvore da Vida, é o destino final da humanidade. É com esta finalidade que Deus criou Adão e Eva no começo. Quando Deus colocou no Jardim do Éden, Ele deu-lhes o livre acesso à Árvore da Vida. Se tivessem comido dessa árvore, Deus teria revelado a eles o caminho da salvação espiritual e a vida eterna. A Palavra de Deus revela que a salvação espiritual e a vida eterna são supremos atos do Deus de amor e graça para a humanidade.

Quando eles comeram da árvore, seguindo a Satanás, rejeitando a forma como Deus da vida, eles se separam de Deus e Suas bênçãos, e perdeu seu estado original de graça. Como resultado, eles perderam o direito à Árvore da Vida. Através de sua desobediência, Adão e Eva trouxe o pecado, miséria e morte para este mundo! Curses veio em vez de bênçãos, o ódio em vez do amor, o julgamento em vez de graça, a tristeza, em vez de alegria, guerra em vez da paz e da morte em vez da vida eterna.

SEMPRE VAI A BUSCA DO PECADOR; 3.8,9

Noé achou graça

Em meio a esta sociedade corrupta e pecaminosa, apenas um homem permaneceu fiel a Deus e achou graça em seus olhos. "Mas Noé achou graça aos olhos do Senhor .... Noé era um homem justo [era] justo e perfeito [isto é, espiritualmente sincero e maduro] em suas gerações, e Noé andou com Deus" (Gn 6: 8-9).

Deus estendeu Sua graça a Noé porque amou a justiça e de bom grado obedeceu os mandamentos de Deus. Noé foi capaz de permanecer na graça de Deus e favor, porque ele obedeceu diligentemente a Deus em tudo.

Abraão achou graça

Abraão foi chamado por Deus, que foi um ato de graça. Mais uma vez, Deus foi graciosamente, descendo para dar uma bênção para um ser humano que estava disposto a amar ea obedecer-Lhe.

Ló achou graça

Ló e suas duas filhas solteiras foram salvos da destruição de Sodoma e Gomorra, por meio da graça.

Ló achou graça aos olhos do Senhor, que concedeu o seu pedido e atrasou a destruição de Sodoma e Gomorra até Ló e suas filhas tinham segurança entrou na cidade de Zoar. Através de Sua graça, Deus poupou Ló e suas duas filhas!

Moisés achou graça

Moisés estava rogando a Deus pela graça e pela Sua presença para levar os filhos de Israel na Terra Prometida. "E o Senhor disse a Moisés: 'Farei também isto que você falou: por que você tem achado graça aos meus olhos, e eu conheço pelo nome" (vers. 17).

Obediência e da vida, ou a desobediência e a morte

Tal como aconteceu com Adão e Eva, Deus colocou diante dos filhos de Israel, dois modos de vida, e eles eram obrigados a fazer uma escolha. Por um lado, Ele colocou diante deles o seu modo de vida e bom, e por outro lado, os seus próprios caminhos de morte e do mal. "Veja, eu pus diante de ti a vida e o bem, a morte e o mal, em que eu hoje te ordeno de amar ao Senhor teu Deus, para andares nos seus caminhos, e guarda os seus mandamentos e os seus estatutos e os seus juízos que você pode viver e multiplicar-se, o Senhor teu Deus te abençoe na terra para onde você vá para possuí-la "(Dt 30:15-16).

O Exemplo de Acabe

Embora Acabe era um dos mais vis, pecadores ímpios em toda a história dos reis de Israel, ele não tomou de ânimo leve advertência de Deus. Acabe reação Aviso aos poderosos de Deus sentença de condenação e morte pela boca de Elias, o profeta! "E aconteceu que, quando Acabe ouviu essas palavras, rasgou [arrancou suas vestes, e pôs saco sobre a sua carne, e jejuou, e jazia em saco, e andava mansamente" (versículo 27).

Que arrependimento! O que uma mudança de coração, acompanhada pelo jejum e pranto! Porque Acabe se humilhou e se arrependeu, Deus atrasou a execução de sua sentença. "E a palavra do Senhor veio a Elias, o tisbita, dizendo:" Você vê como Acabe é humilhar-se diante de mim? Porque ele é humilhar-se diante de mim, não trarei este mal nos seus dias, mas no filho seus dias trarei o mal sobre a sua casa "(vers. 28-29).

O Exemplo de Nínive

Enquanto Deus lidou especificamente com Israel e Judá como Seu povo escolhido, o Velho Testamento mostra que Deus também homenageou o arrependimento dos gentios que se humilharam diante dEle.

Vendo o seu arrependimento, Deus a execução adiada de seu julgamento. "Então o povo de Nínive [a capital da Assíria] creu em Deus, e proclamaram um jejum, e vestiram-se de saco, desde o maior deles até o menor deles. A notícia chegou também ao rei de Nínive, e ele se levantou de seu trono, e ele colocou o seu manto dele, e o cobriu de saco, e sentou-se em cinzas.

"Quem pode dizer se voltará Deus, e arrepender-se e afastam-se da Sua ira, que não pereçamos?" E Deus viu as suas obras, que se converteram do seu mau caminho, e Deus se arrependeu do mal, que Ele tinha dito que lhes faria, e Ele não o fez "(Jonas 3:5-10).

Sim, o Senhor Deus do Antigo Testamento, que mais tarde tornou-se Jesus Cristo do Novo Testamento, era um Deus de misericórdia e de bondade. Ele estendeu a graça e perdão a todos aqueles que se arrependeram, se israelitas, judeus ou gentios.

PROVEU SOLUÇÃO PARA A VERGONHA DO PECADO; 3.21

"'Deus é infinitamente bom?, perguntávamos. 'Sim, infinitamente.' 'Ele sabe tudo que vai acontecer?' 'Sim...'respondia o padre, já desconfiado. 'Então, se ele sabe que fulano vai pecar e vai para o inferno, por que ele cria o cara?' Nenhum padre me respondeu essa questão atéia, até hoje." Arnaldo Jabor

(Cl 1.15-17) Este é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; pois, nele, foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio dele e para ele. Ele é antes de todas as coisas. Nele, tudo subsiste.

Entre todos os textos paulinos este é um dos que explicitamente afirmam a preexistência de Cristo: já existia antes da criação. E porque existia antes da criação, serviu de modelo para a criação toda. E não foi somente modelo, mas participou ativamente na criação. Não somente participou no passado, mas permanece princípio ativo para manter essa criação na existência, na unidade, para organizá-la e conduzí-la ao seu destino [José Comblin].

Por que toda a criação seria creditada ao Deus filho a partir do mistério da sua encarnação?

(1Pe 1:18-20) - sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo, conhecido, com efeito, pré-estabelecido de fato – Henry Alford antes da fundação do mundo, porém manifestado no fim dos tempos, por amor de vós.

Pedro parece informar que o derramamento do sangue de Cristo foi preestabelecido antes da fundação do mundo. O que significaria que antes que todas as coisas fossem criadas, o Deus filho fez uma entrega, o seu próprio sangue.

(Ap 13:8) - e adorá-la-ão todos os que habitam sobre a terra, aqueles cujos nomes não foram escritos no Livro da Vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.

"'Desde a fundação do mundo'. Em harmonia com 1 Pe 1.18-21, ensina-se que o Sacrifício de Cristo fez parte do propósito divino antes da fundação do mundo. Os decretos e propósitos de Deus são tão concretos e reais como o próprio acontecimento (At2.23; Ef 1.4)." [Russell P. Shedd].

Em assim sendo, o que aconteceu, imediatamente, antes da fundação do mundo foi o decreto do sacrifício do Deus filho, o que significaria que, previamente a toda a criação, o Deus filho se assumiu como o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! (Jo 1:29). Seria esse o fator exógeno que explicaria a criação de todas as coisas, assim como a sua manutenção? Só valeu a pena criar porque antes que a criatura se voltasse contra o criador, este sacrificou-se por ela, para a resgatar.

O decreto em questão, também, teria força suficiente para manter a existência, uma vez que tal sacrifício mediaria a relação de um Deus santo com uma criação rebelada.

Se assim for:

1-os cordeiros imolados no velho testamento não só apontavam para o futuro como para algo acontecido antes do tempo e, portanto, sempre presente, pois, ato na eternidade;

2-há uma verdade sobremodo assombrosa no verso todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez. (Jo 1:3).

Poderíamos, então, dizer, que graça é o favor que o sacrifício de Cristo, instituído na eternidade e manifesto na história, tornou possível; por justificar o ato onisciente da criação e a manutenção de um mundo que se tornou mal, assim como o seu resgate.

Parafraseando Paulo: pela graça todas as coisas foram criadas, mantidas e tornadas passíveis de resgate; e isto é dom de Deus.

CONCLUSÃO

Como vimos, Deus estendeu Sua graça livremente para os indivíduos e as nações que humildemente procurou a Sua graça nos tempos do Antigo Testamento. Deus concedeu a Sua graça a Enoque, Noé, Abraão, Isaac, Jacó, José, Moisés, os filhos de Israel, os ninivitas, David, e até mesmo os reis Acabe e Manassés, quando eles se arrependeram de suas maldades.

Todo o Antigo Testamento é uma demonstração da graça de Deus bondade e misericórdia. No entanto, a graça ea misericórdia que Deus lhe concedeu, durante os tempos do Velho Testamento era, em muitos casos, limitada a libertação física e bênçãos materiais. As Escrituras revelam que apenas em alguns tempos do Antigo Testamento receberam do Espírito Santo de Deus que lhes foi concedida a graça de Deus para a salvação eterna. No entanto, a bênção de Deus e da graça foi prorrogado em abundância no reino físico para aqueles que amava a Deus e guardaram Seus mandamentos. E a misericórdia eo perdão foi estendido a todos os que se arrependeram do coração.

Járber SOUSA
Bacabal-MA, em 14 de julho de 2010

Um comentário:

  1. MUITO BOM!LINDO BLOG! Eu acredito que Deus criou o homem e deixou o manual de instrução, a “BÍBLIA SAGRADA!” A Bíblia é a divina revelação da palavra de Deus e não produtos enlatados, eu costumo dizer que: “As pessoas precisam parar de comer tudo o que dão. E começar a questionar! ” Alguém escuta alguma coisa de alguém, e saem falando, sem questionar, sem saber se é verdade ou não. As pessoas precisam se perguntar! Será que a minha crença esta de acordo com a lei de Deus? Será que a religião que eu nasci sempre me falou a verdade? Quando uma pessoa morre pra onde ela vai? Ela volta? A bíblia apoia o homossexualismo? Quem não herdara o reino de Deus? O que devo saber sobre idolatria, imagens e escultura? O que devo saber sobre o único batismo? Será que tem uma sequência para salvação? A quem eu devo me confessar, quem pode me perdoar? Religião salva alguém? Essas e outras perguntas e respostas em: www.aunicaverdadeemsuapropriabiblia.blogspot.com Você pode dizer, eu já sou salvo amém! Vamos atrás de quem não esta, “Se você quer se dar bem com o mundo seja hipócrita, mas se você quer se dar bem com Deu seja verdadeiro!” divulgue este site, porque : “Eis que vêm dias, diz o Senhor Jeová, em que enviarei fome sobre a terra, não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor. E irão vagabundos de um mar até outro mar, e do norte até ao oriente; correrão por toda parte, buscando a palavra do Senhor, e não a acharão." ( Amós cap 8 ver 11 e 12 )Fale para outras pessoas, por que “O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns têm por tardia: mas é longânimo para convosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se. ”(II Pedro cap. 3 ver 8) e “Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade. Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo o homem. (I A Timóteo cap 2 ver 5 e 6) Seja sua bíblia, católica ou evangélica, aqui você vai tirar suas duvidas. www.aunicaverdadeemsuapropriabiblia.blogspot.com E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertara (João cap 8 ver 32) Se você tiver coragem de perguntar, a bíblia terá coragem de responder!

    ResponderExcluir